Democratadores...REINO: Animalia Delliriuns ... HABITATS: RAM, Venezuela ...

 

Isto não é uma ditadura, mas sim uma ditabranda, Pinochet


Existe nesta nossa ilha, desde há quase 50 anos, uma espécie não originária, mas quase autóctone, porque de características únicas, que se tem desenvolvido, primeiro lenta e paulatinamente, agora de forma rápida, porque a adubagem tem sido boa e predadores ou quem a consiga circunscrever não existem.

Segundo a EPAImV - Enciclopédia de Bestas e Animais Imaginários mas Vivos, eis a respectiva caracterização

“Democratadores”

Reino: Animalia Delliriuns

Classe: Insectuns / Mammalia / parasituns

Ordem: Ditadores, pseudo-ditadores(sub-ordem), palermas (sub-sub-ordem). 

Filo: Dementes, Grunhos, Tontellios, Equus africanus (vulgo burro)

Espectativa de vida: Morrem cerebralmente aos 7,8 anos de idade. Activam-se depois dos 14/15 anos via o(s) progenitor(es), Filhuns, Primuns, Sogruns, Equus Madeiruns

Democratadorosuns: são uma sub-ordem de ditadores, cujos representantes são bastantes conhecidos normalmente por “democratadores”. São animais ordinários, perigosos, parecidos com os humanos, coexistindo com eles de forma ostensiva, com o fim último de tirar a vitalidade à espécie humana, vivendo SEMPRE em relações de parasitismo com os "homos sapiens", sem os quais não conseguiam sobreviver.

Estes animais são enganadores, tipo camaleões, possuindo uma camuflagem e "lábia" que os fazem parecer bastante com os “Homo Sapiens”, que como se sabe, é a única espécie animal, de primata bípede, género homo, ainda viva. Mordem pela calada, mas dada a impunidade, nos últimos tempos, assiste-se cada vez mais a ataques desta "animalária" a "homos sapiens" incautos, sobretudo em locais onde o não cumprimento de regras humanas morais e éticas não é tida em conta, como em certas regiões do planeta Terra, confinadas, quase isoladas e de pequenas dimensões como são as ilhas. 

Democratadores - sempre pela classe não pelo povo

Os “democratadores” estão confinados a algumas, poucas regiões do mundo e felizmente para os humanos, não gostam de se misturar com os “homo sapiens” comuns. Excepto se num destes, notarem qualidades como: mentira, burrice, tontice, ausência de pensamento autónomo, tiques “quero, posso e mando”, “ é como eu quero”, “dinâmicas estáticas”, perda ou ausência temporal de espaço/tempo, irresponsabilidade, ausência de vergonha, ……….

Também segundo a EPAImV - Enciclopédia de Bestas e Animais Imaginários mas Vivos, pensa-se que esta espécime é uma degeneração genética da espécie "homo sapiens" com a inclusão no seu DNA de outras instruções genéticas como "sobranceria", "palermice", "egoísmo", "estultice", "burrice aplicada", "nepotismo"... e adoram debitar verdades tipo La Palice, como por exemplo "se não houvesse pandemia, estaria tudo melhor", ..." a longo prazo, quando as coisas melhorarem, restrições podem ser levantadas", " as empresas nesta altura precisam de apoios económicos para sobreviverem"....... Aliás, normalmente parece ter sido para esta espécie, que os "homo sapiens" criaram expressões tipo "quando abre a boca, ou sai mosca ou sai asneira", "calado eras um poeta", ....

Esta espécie normalmente acasala com os seus e entre os seus, tentando perpetuar-se "ad eternum" e a longo termo tende a degenerar, excepto se ocuparem posições de liderança e chefia no mundo dos “homo sapiens”, onde nesse caso, se alimentam sugando a vitalidade daqueles, nomeadamente na economia, finanças e saúde (policia e militar nas "democrataduras" mais extremas ). 

Esta espécie sobrevivevive, é vitalizada criando a miséria nos “homos sapiens”. É uma especie parasita, isto é "vivem em associação com outros organismos dos quais retiram os meios para a sua sobrevivência, normalmente prejudicando o organismo hospedeiro, um processo conhecido por parasitismo" (wikipedia).

Uma ditadura é um regime em que as pessoas recitam em vez de pensar, Ignazio Silone

Conforme o local onde os “homo sapiens” vivem, estes “democratadores” podem ser mais ou menos violentos nas suas atitudes, nas suas tomadas de posição, comprando/chantageando "homos sapiens", por troca de favores, dinheiro, empregos, perseguições, pressões… para obter ou a sua quietude, ou o seu silêncio (daí o extermínio estar mais dificultado, porque também se infiltram como camaleões, como referido em cima ),

Existe no conrinente Europeu uma região onde se pode estar a criar uma ZFLpD – Zona Franca Livre para Democratadores, que é a actual RAM, em Portugal, onde desde algumas décadas um governo formado por “democratadores” suga económica e financeiramente a região a favor dos da sua espécie, sobretudo devido à ausência de uma forma prática e pragmática de defesa humana contra estes "democratadores".. Aliás, nos programas televisivos de vida animal e nas enciclopédias sobre o assunto, existe quem defenda que os potenciais exterminadores/defesas da espécie humana já têm as suas fileiras infiltradas por apoiantes ou mesmo ( o pior ) “democratadores” , portando tornando-se mais ineficientes.

Adubai-vos

Outra zona do mundo onde os “democatadores” mandam positivamente nos “homo sapiens” são a Venezuela, Coreia do Norte, China, antigas USSR, RDA, Roménia, Jugoslávia, ……Felizmente para a raça dos "homo sapiens" a USSR, RDA, Roménia .... foram substituídas por uma forma menos letal de "democratadores", parecidos com uns que governam a RAM.

São regiões com forte implantação de “democratadores”, por isso são chamadas de ditaduras no mundo civilizado, dos "homo sapiens". Mas como nas suas designações oficiais aparece a palavra “democrática”, são denominadas oficialmente de “democrataduras = democrático + ditaduras”, república das bananas, repúblicas de chulos, repúblicas de interesses, repúblicas da treta…..

Estas regiões bastas vezes têm fortes características comuns, como:

1) Cultura do líder - nomes como querido líder são bastantes usuais de ser utilizado, tarjas a dizer “obrigado nosso ou Sr. Dr. ….. “ aparecem em inaugurações, reinaugurações, fotografias, tv….. várias vezes, bem como a presença habitual em tudo o que é órgão de informação

2) Comunicação social - sempre ao serviço do líder ou do partido do líder, que exige directa ou indirectamente que rádios, jornais e TV´s sejam do partido, governo ou empresas associadas ao governo

3) Controlo dos meios de produção . normalmente os meios de produção são controlados directa ou indirectamente pelo governo e/ou empresas denominadas “privadas” que ou são públicas ou pertencem à classe do regime que governa; ou então são de democratadores ou “homos sapiens” ao serviço e pagos pelo governo. A utilização da mentira, da ocultação, da desinformação, a criação e manutenção de agências de comunicação para produção de imagens e noticias favoráveis ao seu governo é intensa

Da série do cabeçalho....

4) Prisão - os governos dos democratadores, normalmente aprisionam quer física, quer emocionalmente a população de “homos sapiens” que governam e abominam quem pense diferente, que ostracizam. Os democratadores adoram mandar para a prisão, quem aja diferente ou critique o seu governo. 

Eu era só um candidato a ditador, eu nunca fui um verdadeiro ditador, Pinochet

5) Pressão – utilizam todos os meios disponíveis para quebrar a resistência física e mental da população de “homos sapiens”, muitas vezes utilizando a miséria que criaram, a fome que criaram, para com apoios que chamam “sociais”, chantagearem a população de “homos sapiens” para que esta se mantenha acobardada, amordaçada, amorfa perante os crimes que cometem.

6) Apparatchik – Criam sempre uma classe de “democratadores” ou “homos sapiens” ao seu serviço, que se distingue da população governada, por ter acesso a bens de serviço e consumo, empregos e acesso a educação e saúde que os governados não possuem. A Wikipedia humana define-os como "um homem [capaz] não de grandes planos, mas de cem detalhes cuidadosamente executados"

Um democratador da RAM

A unica forma conhecida para exterminar esta espécie, á a toma forçada ( porque eles resistem a isto, podendo muitos definhar e morrer ), de doses "cavalares" de ; bom senso, inteligência, sensatez, ética e moral, trabalho (real), compreensão da realidade, humildade, ....

Qualquer semelhança com o regime da Madeira é pura coincidência. Aliás, animais destes na Madeira não eram realidade antes de 1974. Mas a sua entrada faz-se, está provado, pela degeneração genética de alguns espécimes de "homos sapiens", que dada a sua fraqueza congénita, foram deformados pela toma de substâncias psicotrópicas, falta de uns sopapos na juventude, demasiado ócio, mentes tacanhas, ausência de raciocínio. 

Sobretudo, estes espécimes acreditam na Frenologia que é uma pseudociência que alega que a forma e protuberâncias do crânio são indicativas das faculdades e aptidões mentais de uma pessoa. Aliás, a primeira coisa que fazem os "democratadores" quando vêm um da sua espécie ou um "homo sapiens" que pretende ser "democratador" é se existem no crânio particularidades receptivas à burrice, tontice, corrupção, ganhos monetários indevidos, degeneração cognitiva, mania de grandezas/superioridade, esquiozefrenia, dupla personalidade, ..... 

Afonsinhos do Condado - Ska da Ilha 02

Share on Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário

Pedimos que seja educado e responsável no seu comentário. Está sujeito a moderação.