Mentiras, enganos e gente que "come gelados com a testa"

 

Podeis enganar toda a gente durante um certo tempo; podeis mesmo enganar algumas pessoas todo o tempo; mas não vos será possível enganar sempre toda a gente, Abraham Lincoln

“Comer um gelado com a testa” é uma expressão corriqueira, de insulto fácil, usada muito frequentemente nas redes sociais. Os grunhos usam-na bastante porque adoram “comer gelados com a testa”. E projetam noutros essa sua felicidade. Porque não conseguem distinguir o verdadeiro do falso, o essencial do acessório.

Na RAM existe demasiada gente a "comer gelados com a testa” e também quem nos queira ver “comer gelados com a testa”. Os jornalistas que erraram na vocação, os jornalistas que também “comem gelados com a testa”, os grunhos do regime e um (des)GR que se acha com o direito de nos fazer comer “gelados com a testa”. 

Tudo o que liberta um encanto, liberta um engano, diz Platão. E o (des)GR engana tudo e todos, de tal forma que até a si se engana. Por isso tenta fazer-nos comer "gelados com a testa". Porque é na mediocridade e com a mediocridade que se sente bem. Diz o povo que "em terra de cegos, quem tem um olho é rei". E o (des)GR acha que somos todos cegos, quer-nos todos cegos e fará todo o possível para que isso aconteça. Porque se acha o "rei" numa terra de cegos. Mas lamento informá-lo que não é bem assim, Equivoca-se.

Os homens honestos são os mais fáceis de enganar, porque creem que todos não mentem, que não enganam. O regime, o psd-M e os sucessivos (des)GR´s apostaram na credulidade do madeirense. E durante estes quase 50 anos pensam que ganharam e que os madeirenses podem ser facilmente enganados. 

O (des)GR é constituído por uma cambada de pedantes, que para Miguel Unamuno, afinal apenas são uma série de estúpidos adulterados por estudos, em escolas que nunca souberam frequentar e tirar partido, e de um conjunto de ideias "ad-hoc" inventadas, de acordo com a ocasião. Por isso é vê-los em contradição, porque para eles, a verdade de hoje é a mentira de amanhã (como Albuquerque, Barreto e companhia sabem e praticam ). 

Este é um governo de enganos. No seu conteúdo e na forma. Na forma, porque não existe lá ninguém que não se engane no que faz. No conteúdo, porque tentam transmitir uma falsa ideia de situações, de assuntos que dominam, que lideram, que fazem, quando afinal são nada: apenas alguém que usa e abusa dos meios de informação que possuem e pagam, para passar uma imagem que não é a deles. Em bom português, são uns “caga-milhões”.

Fazem batota e mesmo assim ganham com cada vez mais dificuldade. É um governo bastardo que pratica a mancebia. Nas ideias, nas práticas. 

O problema é que, quando não se enganam por ignorância natural, o normal naquelas gentes, enganam-se por tontices aplicadas. Estes (des)GR´s de enganos, aplicam o milagre da multiplicação das "parvoeiras" e não existe dia em que uma não seja aplicada ou inventada.   

A estupidez coloca-se na primeira fila para ser vista; a inteligência coloca-se na rectaguarda para ver, Bertrand Russel

Pratica o (des)GR a arte de enganar, tentando fazer soar bem. E sempre com palavras vãs e REPITO, usando a comunicação social e o amorfo jornalismo madeirense. Porque só assim é que se consegue explicar, que apenas na Madeira se pratique a arte de divulgar, a arte de transcrever sem questionar. 

Recentemente, mais uma vez, o (des)GR deixa sair a notícia de “novo encontro de ex-ministros da saúde proporcionado pela Madeira” ou “três ex-ministros juntam-se a Pedro Ramospara debater a pandemia”, isto numa parceria com o Hospital do Futuro. Iniciativa de tal forma importante, que no site do Hospital do Futuro nada é referido, contrariamente a eventos similares (clique).

Pois é ..... a importância dada à iniciativa

Aliás, a SRS não é patrocinadora do Hospital do Futuro, tal como nunca o foi do IHF-FIH , ou na iniciativa "call off duty for covid 19". Fez um estudo, como fizeram outras mais 15 organizações portuguesas (clique aqui para ver lista de organizações ). Aliás o "estudo" da Madeira, que "ganhou" o tal prémio, atentem  "mostrou que uma ação precoce decisiva é crucial para combater a pandemia ". Deve ter sido um estudo feito no ano de 2018, em Dezembro de 2019, Janeiro de 2020 na ausência daquela "petit", mesmo "petit" que o (des)GR talvez ainda não deu por ela, variável, chamada Covid-19. Porque a prática real ...tudo o que o (des)GR fez, contradiz aquilo. Aliás, quero crer que se fosse hoje, a Madeira e o seu estudo académico levariam era "tau.tau" ( faz-me lembrar aquelas simulações de segurança na via rápida: Dois dias antes so simulacro, avisa-se tudo e todos que ás 10h da manhã, vai começar o simulacro de um embate com capotagem e incêndio de 2 veículos no tunel x da via .....Obviamente tudo tem de correr bem, não é ? )

Uma iniciativa local, de promoção pessoal, Pedro Ramos, esta do "hospital do futuro" endeusada, porque ex-ministros de Lisboa participaram… o que que é uma contradição para quem adora falar em autonomia, de nada se querer de Lisboa. Mas que afinal quere-se quando é para dar lustro, para “presidir”, dar um ar de importância que não se tem. Um exemplo paroquiano de se colocar em “bicos dos pés”, com dinheiros do OR. Seria interessante saber-se quanto a SRSaúde pagou, para ser “caga-milhões” e tentar esconder com “conteúdos”, "estudos internacionais premiados"  a má forma da Saúde da Madeira, inclusive agora com o Covid-19.

Pois...... olhem para a foto de um prémio que se paga para ter. 
Uma foto "vistosa" mas enganadora como é o (des)GR

Situação idêntica passou-se com o Turismo. No JM-M lá vem outra vez a noticia “Madeira volta a ser o destino turístico preferido da APAVT”. O que parece bom. Mas se olharmos para o site da APAVT vem isto

A Madeira vai beneficiar, pelo segundo ano consecutivo e até ao final deste ano, do título de "Destino Preferido" da APAVT.
A atribuição deste benefício resulta de um acordo celebrado entre o a Associação de Promoção da Madeira e a APAVT e consiste numa série de ações destinadas, sobretudo, a contribuir para a promoção de Madeira.
Ao abrigo deste acordo, a Associação passa a integrar em toda a sua comunicação, nacional e internacional, o logótipo criado para o efeito e disponível aqui, estando também a ser planeadas outras ações, que iremos divulgando ao longo deste ano”.


Portanto, nada de melhor destino turístico na forma, apenas o conteúdo jornalístico plástico e sem nível, de quem não tem para quem não tem.. De enganar. Nada no essencial, apenas no acessório. Porque uma imagem vale mais do que mil palavras. Como acontece com os tais prémios da “European Best Destinations”. Em 2020, foi Colmar, quem ganhou (França ). Nada da Madeira ter ganho prémio algum, ou já agora em 2019. Nada …contrariamente ao que se diz e reporta-se na Madeira. Mas existem sempre os prémios "ad-hoc"Os prémios que se ganham sem trabalhar. Os prémios que se ganham, esperando que tudo corra bem. Os prémios que se ganham sem mérito, Os prémios que se ganham sem esforço. Os prémios que se ganham pagando. E nestes a Madeira ganha muitos. Como os alunos cábulas, que querem ser os melhores não porque merecem. mas esperam que os "papás" socorram os "filhos dos papás" . Por isso a imbecilidade do "papá" transmite-se ao "filho do papá" e a Madeira está como está.

Existem imbecis superficiais e imbecis profundos, Karl Kraus

Aliás, existe um prémio para a Madeira, dentro da enormidade de prémios existentes, mas um onde a TAP até ganha 2 troféus: para maior companhia aérea de voos para África e América do Sul. Veja se encontra a Madeira aqui na lista (clique)

E é assim, que com “enganos e mentiras, pretende o (des)GR enganar o povo que serve. Aliás, o (des)GR da Madeira pratica a suprema arte do engano que para Ambrose Pierce é: Enganar é dizer ao povo soberano que não vamos roubar, não vamos mentir quando formos eleitos.

ObservaçãoSobre o assunto, ver "Prémios de méééééé....cocó"

Foto da semana.


Os ET´s.... ou os Suicidas ? ou os  Rapaces ? Mas que é uma foto artística, e cartaz de filme é . De terror e falta ainda ali a personagem que adora que outros trabalhem sem ordenado pago. O assessor JPM. Tem pinta a imagem. Tem um propósito de marketing. Resta saber se foi o fotógrafo do DN-M ao serviço do psd-M que a fez ou se foi escolhida para o DN-M que foi obrigado a "comer este gelado com a testa". 

Circo por circo, prefiro os Sitiados, a ver gente a suicidar-se e a "comer gelados com a testa".

Sitiados - Vamos ao Circo


Share on Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário

Pedimos que seja educado e responsável no seu comentário. Está sujeito a moderação.