Prémios de mééééééeé ... cocó

 

Há tanto burro a mandar em homens de inteligência, que às vezes chego a pensar que a burrice é uma ciência, Fernando Pessoa, in Alberto Caeiro.

Estou superiormente feliz. Quando olho para as notícias dos jornais da terra….fico extasiado. Palavra. Primeiro porque na Madeira está TUUUUDDDÍÍÍISSSSSIIIIIIIIMMMMMMOOOOOOO controlado no que respeita à Covid. 

Segundo, porque quando olho os jornais, leio os jornais, claramente tudo é superior. Nos prémios e nas notícias. Também ....nas m...ices, sejamos claros.

Estou BBUUUUÉÉÉÉÉÉ feliz. E quem não estiver com este estado das coisas, obviamente é do contra. Um relapso. Um reles. Um invejoso. Um cubano. Um socialista. Um comunista. Um pedófilo. Um mação. Um gay. Um corrupto. Um gatuno. Enfim…um merdas.

Num intervalo de 1 mês, a Madeira teve, a Sec. Reg. da Saúde e Proteção Civil, reconhecida pela IHF-FIH como uma com as melhores respostas à Covid da Europa, quiçá do mundo;  o destino Madeira ser considerado o mais seguro da Europa; e HELLLASSS…a Madeira ter sido a região do país com a maior taxa de ocupação hoteleira em Novembro !!!!!! (verdade !!!! tão certo como 2 + 2 = 3, ou 6, ou 5 ...nunca 4 ).

Nenhum de nós é tão esperto, como todos nós juntos. Phil Condit

Chiça …. a Madeira está bem. Um destino tropical, tipo república das bananas, tipo Venezuela ( por isso alguns miras gostam tanto deste regime ). Dificuldades existem, mas claro, em relação aos outros, isto é um “paraíso na terra” como diz aquela “senhora” chamada Rafaela Fernandes, que faz de conta que parece presidir ao SESARAM. Que também parece fazer parelha (as ELA´s ) com o que a "colega" Micaela parece permitir no seu serviço: que funcionários e assessores seus, persigam cidadãos, usando os recursos do Instituto que preside. 

Para uma e outra, ninguém passa fome/miséria na Madeira e todos têm saúde. Só não tem emprego quem não quer. As "ela´s" (micaELA e rafaELA), as presidentas, dos "assuntos sociais" e das "saúdes", mais assessores respectivos, sabem "da poda". Não dizem é o que "podam". Quanto, quando e a quem. Mas sobretudo quanto é que deixam "podar" aos mesmos do costume e quando deixam de podar aos muitos que habitam na Madeira, na saúde e na segurança social.. "Quem sai aos seus, não degenera", para as "elas´s" e para os outros da parelha.

O problema nisto tudo, é que quem vive cá não consegue ver "este paraíso". Saúde não existe; Controle da pandemia não existe; Turismo não existe; Destino seguro…ahahahahahha. Pelo menos até abril deste ano, 2021, não o é para a IATA e OMT. Finanças ZERO, Saúde NADA. Finanças SUMÌTICAS. Economia DESAPARECIDA. Menos para o regime. ( faz-me lembrar aquela presidenta de um instituto da RAM que quando foi pedir ao banco um empréstimo, à pergunta de como vai pagar respondeu "IHIHIHIIH eu é que não sou " )

Mas o que me parece na verdade, é que isto parece ser uma campanha de desinformação praticada por muito jornalista cá do burgo, restando saber se o fazem porque são pagos à peça pelo (des)GR, ou se o fazem porque NÃO SÃO jornalistas, pretendendo com informações deste teor,  “com papas e bolos enganar tolos”, ou seja, nós. O tal "campo inclinado" sempre ao serviço do regime. 

Vamos lá então DESMONTAR estas notícias.

Saúde

A tal distinção dada pelo IHF, International Hospital Federation foi um TRABALHO ACADÉMICO, entregue pela Sec Reg. da Saúde / SESARAM. Aliás, seria interessante, faço um repto, que este trabalho fosse publicado no site da Secretaria. Apenas para se verificar que entre a TEORIA da Secretaria/SESARAM e a PRÁTICA, um mundo de distância existe. Já agora, também quem são os autores do "dito cujo  carcará sanguinolento". Possivelmente uma equipa pluro, multi, inter, disciplinar, como está na moda e superiormente coordenado pelo "Xôr" Secretário Ramos, ou supervisionada, ou .....

Aliás, o que a Sec Reg / SESARAM não diz, é que são apenas uma, entre as “centenas” organizações que fazem parte do IHF-FIH, e como muitas outras, apresentaram trabalhos sobre o Covid-19. Que também receberam prémios. No caso da Sec.Reg / SESARAM, um "exercício teórico" foi apresentado e nele mostram como TEÓRICAMENTE PENSARAM trabalhar o assunto Covid-19. 

(Uma aparte: 2 unidades da minha organização, também foram reconhecidas por trabalhos apresentados e estão na lista do IHF-FIH. No nosso caso, os trabalhos foram suportados, por prática demonstrada, coisa que não foi feita pela Sec Reg / SESARAM que enviaram APENAS fotos, filmes e testemunhos internos/regionais, isto é, não foram auditados ). 

Afinal, não nos devemos esquecer que aquelas cabeças, que deviam ser rolantes, ainda pensam que estão na academia a tirar os seus cursos e já se percebe a próxima desculpa pela situação descontrolada: Está tudo by the book, melhor by de study. 

A Sec. Reg / SESARAM repito, mostrou palavras, mas o IHI-FIH não "viu" a prática, não confrontou a realidade. Por isso, em Barcelona no congresso, daqui a uns meses, pode ser que eu fale sobre esta situação e peça uma explicação. Porque com tanta teoria “escrita”, na prática, nada ou pouco foi cumprido na região. Talvez as primeiras palavras do "study" from Madeira by Sec Reg Saúde e Proteção Civil ( Mas existe proteção civil ??? ).

Aliás, seria interessante que também dissessem, a Sec. Reg / SESARAM, que são “minors” sponsors desta organização.

Já agora, este exercício académico foi feito antes de Dezembro, portanto numa altura em que, veja-se, a pandemia estava "formalmente" escondida, não reconhecida, pelo (des)GR, portanto o "mar" estava chão. Como diz o povo, que é sempre sábio: "em mar calmo, todo o capitão de navio é bom"

Como se vê nas diversas reportagens da RTP-M, suportadas por testemunhos de quase todos os que vão ao SESARAM por causa da pandemia, ou para testes ou porque estão infetados, ou porque apresentam sintomas, ou quando tentam telefonar, ou...., a uma teoria de primeiro mundo, a Sec. Reg da Saúde / SESARAM , tem uma prática de terceiro mundo, onde a informação e a lealdade que o IHF defende dever existir entre unidades de saúde e utentes/pacientes não palavras vãs. A Sec. Reg da Saúde / SESARAM e .... tudo o resto, não cumprem, nem praticam, os princípios defendidos pela IHF-FIH

Por exemplo, a Sec.Reg / SESARAM gastaram no acessório ( em obras, com preços tipo "fifth Avenue" em NY, para combater!!! a COVID) e não no essencial (equipamentos ). 

Afinal, "um burro carregado de livros , não é um doutor" como diz o povo.


Turismo

Madeira eleita destino mais seguro da Europa.

A táctica de cima aqui aplicada, ou melhor, a táctica de sempre do Turismo da Madeira, aplicado na Saúde, uma vez que foi no Turismo que esta táctica foi descoberta e superiormente aplicada e depois replicada.

O site é este European Best Destinations e vota-se como mostra a imagem. Basta um clique e "arregimentar" gente. 

A Madeira desde sempre teve muita gente a votar nela. Quem cá está, também quem nunca cá esteve. Ou já agora aqueles do "porque não...?" E os outros...pagam-me para... 

E já me esquecia, o Turismo da Madeira também é “minor sponsor” desta organização. E os jantares, almoços,dormidas dos eventos…que cá se realizam, é apenas porque a Madeira OFERECE mais por estas realizações, do que outras regiões. Tout court. Não é por ser melhor, apenas paga melhor.

Aliás, a “pornochachada” disto, é que para a “European best destinations” uma das condições para receber este prémio é We have selected destinations in which hospitals have never been overcrowded, destinations that have experienced fewer cases of covid-19 and are also less likely to impose a curfew or restrictions during your stay.”. Qualquer semelhança com a Madeira é pura ficção. 

Outro pormenor importante: PAGA-SE para se ter o destino na lista para ser votado. 

"Existem pessoas que nascem sorrindo, vivem fingindo e morrem mentindo". A política superiormente implementada na Sec. Reg. de Turismo. 

Madeira com a melhor taxa de ocupação hoteleira até Novembro de 2020

E prontos…. Mais uma atordoada. “Asno que a Roma vá, de lá asno voltará”. Parece que quem escreve esta noticia, muita dela transcrita, não percebe muito de números, o que é normal na região, diga-se desde já. Uma imagem vale mais que mil palavras e a imagem que junto é explicita (dados provisórios 2020 ).

Taxa de ocupação Hoteleira 2020, Algarve

Mas inventa claro. Fala no INE, mas não compara. Tira ilações de treta. "Muita parra, pouca uva" (como se lê no trabalho do jornalista, link ), Por isso tentei saber mais. E claro …foi fácil desmontar. A RAM não foi quem teve mais ocupação hoteleira. E não esquecer que nestes números, os da RAM, ENTRAM os hotéis que o (des)GR alugou aos amigos (pelo menos 3 a 5 nunca se percebe o que diz o (des)GR), com preços por quarto em média DUAS VEZES superiores, do preço praticado pelos amigos pelos MESMOS espaços em Booking. Também entram para as contas da Madeira, as intenções que entretanto ficaram-se por intenções e pior, foi "esquecido" retirar os cancelamentos (faça-se uma comparação entre os cancelamentos e as indicações dadas pela DRT ). Um apontamento: o Algarve foi a região do país que mais perdeu com esta pandemia, mas não o que teve menor taxa hoteleira de ocupação, coisas bastante diferentes..

Porque de intenções, este (des)GR é pródigo. Mas afinal, "Na primeira quem quer cai; na segunda cai quem quer; na terceira quem é parvo", diz o povo. E já ninguém cai, sobretudo não liga a estas "esparrelas"

O povo também diz que "quem parte e reparte e não fica com a melhor parte, ou é burro ou não tem arte". O povo sabe muito. São precisas explicações ? 

Porque estão na lua...aqui vai para o "piiiissoal" que anda na lua.

Os Lunáticos - Estou na Lua,

Share on Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário

Pedimos que seja educado e responsável no seu comentário. Está sujeito a moderação.