Orgulhosamente MENTIROSOS de MARTELADAS superiores

 

Sou e sempre fui um católico e sempre serei, Adolf Hitler

Hoje o país recebeu uma triste noticia. No ultimo trimestre ( Julho a Agosto ) deste ano o desemprego subiu, 41,8%. Mas numa ilha orgulhosamente superiora as coisas podem não ser tanto assim. Ou melhor, podem ser assim mas com atenuantes. Ou melhor parecem ser assim, mas não bem assim. Ou podem ser assim mas afinal não é bem assim. Ou não são assim, mas até podem ser assim. Mas sendo assim, claro que não são assim. Porque assim, afinal não é bem assim.....

Ou melhor…. Os números inventados, martelados são tantos que já se esquecem do que dizem, disseram e vão dizer. Como Lincoln, que dizia "Nenhum mentiroso tem uma memória suficientemente boa, oara ser um mentiroso de êxito".  Parece que o GR desta nossa ilha está no negócio dos números a martelo e da mentira avulso. Como o do vinho a martelo. Aliás MARTELAR é outra coisa que este (des)governo faz bem. Parece que não só apenas literalmente. Martela-se a torto e a direito. A eito e sem jeito. É na martelada que se sentem bem. Aliás existe quem defenda, talvez, tirar-se a Cruz de Cristo na bandeira e colocar-se um martelo. Até ficaria bem, no meio das bandeiras daqueles países que tanto criticam, mas praticam. Tipo Venezuela. Tipo ex-RDA..... E à força da martelada saem coisas como estas.

Para Instituto emprego 19 338 desempregados


Para o JM 11 800 pessoas desempregadas. Desapareceram 9 000 em 2 meses


No DN-M, mais "quase 2 pontos percentuais" pouquito, residual de desemprego




No DN-M de ontem menos 11% receberam subsidio de desemprego. Espectáculo.

Sobre o mesmo tema, o desemprego, os jornais e o Instituto de emprego rivalizam-se nas "apostas na desportiva" sobre a desgraça alheia. Mas de onde vieram estes números ? Da insuspeita e dada a marteladas DREM. A insigne e muito mentirosa direção regional da estatística (martelada) da Madeira, que por mero acaso está sobre a alçada do Dr. Pedro Calado, antigo empregado no grupo AFA e cuja empresa AFAVIAS ganhou mais um, entre muitíssimos, novo concurso de obras públicas, este para a "preparação dos terrenos para o novo hospital". Um concurso que foi lançado, "discutido" e com resultado entregue tipo " vou ali, já fui". Exactamente quase ao mesmo tempo que se lê "vou ali, já fui". 
Que vantagem têm os mentirosos? A de não serem acreditados quando dizem a verdade, Aristóteles
Mas agora a sério, se por acaso tiverem a pachorra de lerem as noticias no JM, no DN-M ( 1) e no DN-M(2) chegarão á conclusão que nem a Direção Regional da martelada na estatística, pode esconder o que todos já sabem. Que a politica de empregabilidade e social deste (des)governo regional está pelas ruas da amargura. Não existe. Foi tanto martelada que "aplainou". Está plana e na horizontal, Por outras palavras: está morta.

O nosso azar é que não se pode fazer com este GR , o que muitas empresas fazem com empregados desleixados: Para o desemprego. Para ajudarem. Eram apenas mais uns talvez 2,3% . Coisa pouca para eles, bastante boa para nós. Ou fazer como na escola primária onde andei à muitos anos: uma palmatória por cada mentira, asneira feita ou erro cometido  ( bem vistas as coisas .... estava aqui a imaginar todo o GR de mãos estendidas a receberem umas reguadas .... destribuídas por 230 000 almas ...... ).  Que imagem tão linda. Enfim.....

Top 10 Political Lies of All Time


Share on Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário

Pedimos que seja educado e responsável no seu comentário. Está sujeito a moderação.