Temos cá uns artistas.....

 


Um verdadeiro artista está-se completamente nas tintas para o público. O público não existe para ele, Oscar Wilde

Esta foi uma semana em cheio. "Excelente" na continuação da desgraça que este (des)GR pratica, normal na (des)informação que faz e em cheio na palhaçada do costume. O psd-M "mostrou as cuecas" e percebeu-se que isolados estão, Rio manda.  Nos socialistas,  parece que estes "enformaram" numa das más práticas habituais de gestão do psd-M. Gastar em "jobs for the boys". Já no cds-M ... aquilo é um portentado de asneirice. Ressaltam na asneira e não os ressalvo na tontice. E tudo CALADO  com a operação antúrio. Hummmm. Let´s begin

Pedro Calado, é para obrar asneira e arrotar pior.

Pedro Calado (PC) é um artista da “cassete pirata”. Ele e o “órgão” dele. O JM-M, salvo seja. Se um bufa, o outro desliza. Se um arrota, o outro vomita. Se um obra, o outro manda à ...Tudo a propósito da “noticiazinha” sobre o (des)GR ter FINALMENTE “arranjado” quem lhe empreste dinheiro com taxa de juro a “50% da do PAEF”. Um grande feito ....para PC e o JM-M. Simplórios. Eu explico

O que PC e o JM-M não falam é nas letras miúdas do acordo "extra" que vem com o contrato, nem o quanto este empréstimo vai custar NA REALIDADE à RAM em “espécie”,  nas comissões e nas taxas. Podem dizer publicamente a quem vão pagar, como vão pagar, quanto vão pagar e quando vão pagar ? O que a RAM teve de fazer e dar por garantia para o empréstimo se efectivar ? Espero que PC divulgue o contrato e o acordo, ou o acordo do contrato. Mas posso desde já garantir que vai custar “em espécie” quase 50% que o PAEF custou ( e este foi não de 500 milhões de euros, mas de 1,5 mil milhões de euros ). Porque não é só pagar juros. Por exemplo existem seguros. Existem prémios "de assinatura". Comissões. Entre outros.

Por outro lado, PC e o JM-M comparam " a coisa" com o juro acertado à 5 anos atrás. Não com a realidade actual. É como se comparássemos, quando hoje vamos comprar casa, os juros praticados actualmente, com os de há 5,7,10 anos atrás. Por isso, para ajudar PC e a manchete do JM-M, acho que PC e o JM-M não deviam comparar o juro deste empréstimo com o PAEF, mas sim com os juros dos empréstimos de à 20 anos, 25 anos. Assim, não era 50% do PAEF, mas 1000% abaixo dos que AJJ concertou. Exactamente. Ou será que não fizeram isso para AJJ não ficar mal ? Hummm não claro. Desleais como são, se pensassem no assunto a manchete seria outra. "1000% abaixo que Jardim conseguia !!!". 

O temperamento artístico é uma doença que aflige os diletantes, Gilbert Chesterton

Teófilo Cunha e "o espada veio do frio". 

O Teófilo das pescas mandou fazer mais uma nova fábrica de gelo. Já não tem gelo para a quantidade de peixe que armazena e não vende na RAM, sobretudo o espada preto. Este homem se tivesse uma empresa estava falido. Ele açambarca o mercado, para manter o preço do espada “artificialmente” alto. O que este "pescador de nada" não percebe é que o peixe espada preto congelado, é inferior ao fresco  e que este peixe, depois de mais de cerca 100 dias congelado, fica sem qualidade e as suas fragilidades anunciam-se ( atenção ao mercúrio ). E ele tem lá peixe quase de 1 ano ( ou mais, que aquilo é tudo ao monte e fé em Deus ). Mais, este homem em vez de criar canais de escoamento do produto…. quer como o tio Patinhas, colocar o espada num gigantesco cofre forte. De espadas. E pretos. Congelados e bons para fazer farinha...talvez para as douradas. Porque para Teófilo os custos de armazenamento não contam. São marginais. 

Está triste ...foi congelado. O "espada veio do frio " Não de Le Carré, mas by Teófilo

600 toneladas dá qualquer coisa como 2,6 kg a cada madeirense ( 230 000 pessoas ). Seria esperto se “comprasse” e distribuísse algum no mercado regional, sobretudo nas escolas e pelos mais carenciados. Aí o (des)GR podia fazer o 2 em 1. Distribuía e ajudava quem mais precisa, comprava e ajudava o pescador. Nada disso. Este Teófilo ainda lê os manuais ( se os lê ) de economia marxista. E deve andar entretido, com o seu colega da Economia a praticar e a brincar à gestão burra. Este Teófilo também não percebe que se existe demasiado espada preto, devia pedir e pagar aos pescadores para, não deixarem de pescar, mas para pescarem outra coisa. Apontar outras possibilidades. Porque os stocks de espada vivo, não devem ser esbanjados, como o espada preto está a ser congelado.

Mas percebe-se que artista como é, o Teófilo…de espada só perceba o que se come com banana. Sobretudo da GESBA. É um espada especial….o do desperdício, o dos preços para os comissionistas, nunca para o produtor. O espada que devia ser comercializado em Lisboa, hoje no Continente estava com desconto a 6,99 €/Kg e no Aucham a 7,99/Kg por exemplo. Tal como com a GESBA a banana fica-se ... e é trocada nas grandes superfícies pela dos Açores, os espadas de Teófilo ficam-se pelos congeladores. Do (des)GR. 

Vai agora Teófilo manchar o bom nome da qualidade do espada da Madeira por um peixe "rançoso", farinhento, com o rótulo "Origem: Madeira". ? Tem cara para isso e muito mais. Um artista que também obra demasiado. E também com "diarreias mentais" de gestor. Ficou entre "o espada e coisa nenhuma". Ou seja... obra magnificamente.

No mais profundo de si mesmo, um artista é sempre um aventureiro, Thomas Mann

Ana Cristina, o que vale é o corrector ortográfico

A Ana Cristina  do cds-M, aquela deputada que é municipal, regional, presidenta de …. é um portento. Aliás fica bem com o presidente do seu grupo parlamentar ( 2 não é ? ), o portento, rotundo "Flopes" da Fonseca.  O fala-nada do presidente da ALRM não conta...

Tudo para dizer que esta senhora devia receber aulas de português. Eu sei que o português é difícil, mas é uma língua bonita e deve ser cuidada e mantida. Esta deputada num discurso na ALRM usou a palavra “ressalta” quando devia usar a palavra “ressalva”. Isto entre outras pérolas do "português com sotaque" dela.  Não foi por acaso, porque a usou bastante e com as mesmas intenções. Por isso ela “ressalta” nas asneiras e ressalvo-a ( se ela me ler, quer dizer asseguro, garanto) nos absurdos que produz. Sempre. Na minha opinião, ela devia ir a aulas de português, especialmente de dicção e interpretação ( o corrector automático faz o resto ) e o seu presidente e colega de bancada as de moral e ética. Uns artistas ...também com desarranjos mentais. E é com os "grandes" que vemos que a Saúde mental da RAM está mal...

A forma de governo mais adequada ao artista é a ausência de governo. Autoridade sobre ele e a sua arte é algo de ridículo, Oscar Wilde

Sérgio, Madruga e Paulo ou a confluência de vontades em obrar

Sérgio Marques, Sara Madruga da Costa e Paulo Sousa Neves, são os ilustres artistas que o psd-M escolheu para representarem os sociais-democratas madeirenses na AR. Porque aos madeirenses só envergonham e não representam. Percebemos todos que eles madrugam na tontice e morrem com a verdade. Vegetam no mérito, florescem na imbecilidade. Como aconteceu com a rábula do “voto, mas não voto”, na não transferência de verbas propostas por Lisboa ao NB, na AR onde eles labutam mal e deslustram pior a Madeira.  


Olhar profundo, mão no queixo. Parece filósofo, pensador. Mas apenas obra ....Uiiii...custa. Está difícil....

Existem algumas versões sobre o que aconteceu na AR e com as atitudes patetas destes "problemáticos".

A primeira diz que eles !!!!! até queriam votar contra o que o BE e PSD propunham. Que colocaram o estado português em primeiro lugar!!!!, mas que Rui Rio foi o ogre, o mau da fita, uma besta e exigiu que votassem conforme o sentido de voto da bancada !!!! [até parece que nunca o tinham feito até aquela data ] senão o PSD nacional retirava  propostas sobre o CINM.

A segunda diz que os deputados do psd-M tentaram chantagear o governo da república a troco de manutenção de benefícios no “ilegal” CINM, que como acordado há 5 anos com a comissão europeia e votado no parlamento europeu, é obrigado em 2021 numa primeira fase passar a sua gestão para o govermo ( O CINM "pertence" a uma sociedade Pestana ), deixar de receber empresas apenas com o objectivo de obtenção de benefícios fiscais, ter maior fiscalização, perda de benefícios fiscais ….. ) . Para além disto, existiam uns pedidos “musculados” de as futuras verbas comunitárias serem APENAS controladas pelo (des)GR...mais algum dinheiro e outras benesses. Porque Costa não foi nisso, porque Rio obrigou, senão eram expulsos, colocados de lado no PSD, estes artistas e o psd-M sentindo-se entre a "espada e a parede"  deram o dito pelo não dito e votaram com o PSD permitindo a criação de uma ilegalidade. 


O sorriso diz tudo. Fujam que a Sara apareceu.... Custa a obrar algo ..mesmo cheirando mal. Ficou aliviada depois. Percebe-se. Este sorriso ....de maroteira.... de obra feita ....Ahhhhh

Todos conhecemos a história de Pedro e o lobo. Pedro clamou tanto por “ajudem-me que o lobo vem aí” que quando ele apareceu …ninguém acreditou.

Por isso pergunto. Vamos acreditar no “altruísmo” dos deputados do psd-M (seria a primeira vez ) ou vamos acreditar naquilo que fazem sempre: chantagear, cometerem deslealdades, omitirem, mentirem…. prática frequente nestes artistas e no psd-M. Vamos acreditar no que Sá Carneiro achava dos deputados eleitos do psd-M, nunca confiar neles, ou em algo que acontecendo seria um milagre ? E se com isto dizem que estão apenas a defender os “interesses” da Madeira, ou Madeira first, tenho de recordar que foram estes deputados que votaram favoravelmente os orçamentos de Passos Coelho, foram eles que viabilizaram o PAEF como está, foram eles que acordaram no subsidio de viagem como está, foram eles que votaram contra verbas para o novo hospital, votaram a Lei das Finanças Regionais .... Tudo que agora abjuram.....

Este pensa como MA. Ainda acha que Portimão está mais perto de Lisboa, que Alcochete. Obra bastante em comportamentos disfuncionais

Agora uma coisa é certa, tirem-se as conclusões que se quiserem. Rio tem-los no bolso. Foram colocados em sentido. Amocharam. Touché, 

[ Fique claro uma coisa: Quando o interesse pessoal ou de grupo se sobrepõe ao interesse do conjunto...quando se utiliza a politica rasca para efémeros deleites de nadas ....nunca se irá a lado nenhum neste país. Lamentável o que aconteceu na AR na 5ªf passada dia 26 de Novembro . Nesse dia percebemos que para Rio e o PSD, contratos assinados pelo estado português não valem nada. E Rui Rio mostrou que quando e se for primeiro ministro,  ninguém poderá confiar na assinatura dele. Isto num partido que se diz líder da oposição, mas que lidera nas faltas aos compromissos, permitindo que agências de ratting, BCE, sejam sobressaltadas por desvarios imberbes, isto num momento de crise financeira internacional, num país que depende de dinheiro estrangeiro para sobreviver. Os deputados do psd-M... apenas fizeram o que o regime sempre faz.  ]

O verdadeiro artista cria mesmo copiando, Gustave Le Bon

As câmaras PS-M fazem o mesmo, pior ou igual que as do psd-M ? 

As câmaras do Funchal e de Machico tiveram aumentos abismais com os custos de pessoal. Se isto é o que teremos de um futuro governo PS-M na Madeira, afinal é trocar “artistas” por outros “artistas”. A fome com a vontade de comer. Se é verdade que tanto numa como na outra, as dívidas deixadas pelo psd-M estão a ser minoradas, não esquecer Santa Cruz da JPP e Santana do cds, tem o PS-M de perceber que a arte de governar é também a arte de dizer não.

Não conheço os números da câmara de Ponta do Sol, ou já agora da de São Vicente. Mas se com eles também acontecer isto, “ o all in” nos "jobs for the boys", está na altura de começar-se a pensar em alternativas diferentes, para o despesismo crónico que vigora na RAM.


OPERAÇÃO ANTÚRIO..... NINGUÉM FALA NADA e TODOS parecem saber muito. Está difícil...tudo demasiado calado. 

Está difícil. A esperança é a última a morrer. Deus não fecha uma porta sem abrir uma janela. Para todos o que estão sem trabalho, que têm o seu orgulho ferido, vêm os seus mal, vêm que no túnel onde estão não se vê luz alguma, que sofrem, que são usados e pressionados por este (des)GR, para aqueles muitos empresários que apesar de tudo o que o (des)GR diz, não receberam ajuda nenhuma, porque os fundos são barretes para alguns ( x + % onde a % vai para "ajudas de projecto"  ), onde  os apoios regionais são feitos à medida de poucos, esta música. 

Sejamos felizes, resilientes, Somos gente, sejamos dignos, mesmo quando nos tentam tirar a dignidade. Um abraço sentido. Feliz época natalícia.

Hallelujah - Pentatonix

Share on Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário

Pedimos que seja educado e responsável no seu comentário. Está sujeito a moderação.