RAM falida. Quanto custam/custaram os GR´s. Parte VII

Nós enforcamos os ladrõezinhos e indicamos os grandes ladrões para cargos públicos, Esopo
Quando iniciei este conjunto de artigos,"RAM falida", nunca esperei chegar ao “capitulo VII”. Na altura a intenção era fazer 3\4 artigos no máximo. O problema é que, mais e mais situações, que na altura não previ, fizeram-me chegar a este numero.

A RAM está falida. E sucessivos GR´s, todos laranjas, incluindo este ultimo, fizeram todos os possíveis para que tal acontecesse. Foi endémica a falência desta Região. Se foi de propósito, pura incompetência, burrice e sucessivas tontices, palhaçadas será difícil de ajuizar. Mas será uma soma de todas aquelas partes, por certo. E mais aquelas que tenho referido nestes artigos.
Se colocarem o Governo a administrar o Deserto do Saara, em 5 anos faltará areia, Milton Friedman
No período que defini para estes artigos, 2002 a 2019, os GR´s, criaram 7 000 000 000 €  ( SETE MIL MILHÕES DE EUROS ) em dívida. Mas dívida existia, muita, a criada entre 1976 e 2012. E como hoje, os GR´s de então, foram incompetentes para a reduzir Só sabiam criar, gastar. Tiveram a sorte de serem os anos loucos dos “dinheiros” da UE, altura CEE, primeiro quadro comunitário e terem um primeiro-ministro SOCIALISTA, António Guterres (link), a perdoá-la por completo, como bom cristão que é. ( também a dos Açores, que era sensivelmente metade da nossa ).
Em vez de dar a um político as chaves da cidade, seria melhor trocar as fechaduras. Doug Larson
Vejamos. AJJ por 3 ( TRÊS ) vezes recorreu á República, para o ajudar a superar problemas devidos a uma dívida exorbitante: em 1986, 1989 e finalmente em 1998-2002 quando a República assumiu cerca de 1 000 000 000 € ( MIL MILHÕES DE EUROS ) a que se juntam os quase 257 milhões injetados por Sócrates em 2007, programa “Pagar a Tempo e Horas”( link), mesmo contra a vontade de Passos Coelho que dizia  não poder olhar para a Madeira de forma diferente do olhar que tem para o país”.  Não nos esqueçamos também da Lei de Meios, criada por Sócrates em 2010, para fazer face ao temporal de 2010 e usada na quase totalidade pelos GR´s para pagarem dividas a fornecedores, á Via Litoral, para o Carnaval e Ano Novo. E nunca AJJ, MA, os GR´s, cumpriram os acordos assinados com Lisboa para a reestruturação e limite da divida. 
Foram tão bons para a Madeira os primeiros-ministros SOCIALISTAS. Os maus, foram um tal de Passos Coelho e o Costa/Centeno das contas certas, sem razão, diga-se. "Manda quem pode, obdece quem deve" e a "rebaldaria" nos dinheiros de todos, tem de terminar na Madeira.
Não roube. O governo detesta concorrência, Anónimo
São, foram muitos milhões de euros desbaratados a eito e sem jeito, sempre na procura e na defesa do óbvio: a criação de uma classe, de pessoas ou grupos, dependentes em termos financeiros dos Governos Regionais. Uma classe de ineficientes, de ineptos, de incompetentes. Como chamar a isto: pagar ordenados e mordomias, para obter votos ? Corrupção moral ? Corrupção Ética ?  Corrupção "á la carte" ? Estética ? Bastarda ?

Preocupações com o povo, apenas nas eleições e a fazer estradas; caminhos; centros de saúde a "eito", dispersando e gastando meios que não existem, tornado-os mais inefecientes e sem serviços de qualidade; multiplicando apoios a IPSS´s sem regras minimas de funcionamento ou qualidade de serviços, casas do povo …..usando, a Segurança Social e o Instituto de Emprego como factores de pressão política e social para o povo votar no psd-M.
Quando compra e venda são reguladas por lei, a primeira coisa a ser comprada e vendida são os legisladores, P. J. O''Rourke
Existe quem diga que a RAM no conjunto dos GR´s desde 1976, criou na sua totalidade entre  8 500 000 000 € a 11 200 000 000 € ( 7 000 000 000 milhões entre 2002 e 2019 ) de dívida. Alguém beneficiou com isto ? Ficámos mais ricos ? Menos pobres ? Com melhores empregos ? Melhores salários ? Melhor educação ? Melhor saúde ? Melhores apoios sociais ? Com melhor estatuto fiscal ? Até aqui, este GR MENTE. Os impostos desceram, porque na República desceram. Na proporção e nem usaram o diferencial que a Região podia usar. Por exemplo, o IVA máximo podia descer para 17%. 

Aliás, parece-me dado o que se vê na Região, que o actual e anteriores GR´s foram sempre compostos por dois grupos: o primeiro por gente totalmente incapaz e o segundo por gente capaz de tudo. Mas o psd-M não é o único culpado, deste estado de coisas.
Dinheiro público é como água benta: todos põem a mão, Provérbio italiano
Igreja
Infelizmente a actuação dos sucessivos bispos no apoio tácito ás politicas dos governos psd-M, permitindo usar as IPSS´s que controla, para fins políticos, nunca criticando práticas foi prejudicial, a um povo maioritariamente católico que via a Igreja como instituição de reserva, não comprometida, independente e de confiança. Salve-se um conjunto de padres, párocos, seminaristas que apontaram o dedo a este estado de coisas, mas cuja acção numa primeira fase foi diminuída / proibida pelos bispos ( rotatividade ou envio para fora da RAM ) e agora já com maior liberdade podendo falar mais. Mas a atitude, apesar de  dúbia do actual Bispo ( veja-se o que aconteceu com o Padre Martins Júnior recentemente ou com a situação do Pároco do Monte ) pode pressagiar novos tempos. Sim, sou católico
Políticos são pessoas que, quando vêem luzes no fim do túnel, vão e compram ainda mais túnel. John Quinton
PS-M
Quanto custou a inacção deste partido ? Certo que até à 5 a 6 anos, eram a equipe B do psd-M, salvo raríssimas excepções, Victor Freitas, Jacinto Serrão, André Escórcio…. Mas agora o que fazem ? Para já deixam uma imagem dúbia. Por um lado fazem a oposição possível(?), por outro lado, continuam ligados a quem fechou os olhos a um conjunto lamentável de situações, seja na saúde, como na economia, afastando quem incomoda, promovendo “boys”….. e cristãos novos. Mas tenhamos esperança.
Cafofo espera o quê ? quer ser líder ? Se sim, tem que mostrar coragem, aquela que parece ter perdido quando se candidatou a presidente do GR, mas que tinha na CMF. Parece que quanto mais perto do PS-M, mais coragem perde. Na ALRM precisam de alguém do calibre dos boçais do psd-M e agora cds-M, para responderem a jeito e na hora, não a 24h. Porque meus Senhores, a batalha da opinião publica, faz-se também  com “sound bytes “ e não podem estar sempre á espera de gente como nós, aqueles que criticam o GR, os independentes, os sem medo, os que apontam caminhos diferentes, aqueles que pensam diferente fazerem o vosso trabalho. Porque,  falo por mim e julgo ser o sentimento de todos os outros, amanhã como hoje, também vos iremos criticar. Sim estou agora a criticar-vos. Think different. 
O mais escandaloso nos escândalos é que nos habituamos a eles, Simone de Beauvoir
Representantes da República
Completos inúteis na sua inacção face a sucessivos atropelos à legalidade democrática na RAM. O que fazem cá ? Férias sabáticas ou pré-reforma ? Mordomias ? Acabe-se com o cargo se é para ser assim. Nem magistratura de influência fazem. Muito menos fiscalizam. 
Dar dinheiro e poder para o governo é como dar uísque e as chaves do carro para adolescentes, P. J. O''Rourke

Governos da República e Presidentes da República
Deixaram a RAM atingir um estado tipo "cosa nostra". Tipo uma antiga Sicilia à portuguesa. Dou razão aqui a MA e AJJ. Porquê autonomia numa República que deixa esta Região sobre a lei do “quero, posso e mando”, permitindo ao poder instalado tudo, nunca sendo fiscalizados e nunca respeitando as leis que estruturam um Estado de direito. Sim, a RAM foi abandonada pela República. A República infelizmente, nunca teve coragem de colocar ordem na RAM, nesta “mini-região de bananas”, permitindo tudo acontecer e fazer. Desrespeito pelos tribunais, desrespeito pelas leis da República, desrespeito pelas leis Autonómicas, desrespeito pelos direitos cívicos, mesmo os da Constituição, onde o espírito de a lei e os direitos dos cidadãos serem iguais, justos e universais, não acontece.

Mas , voltemos ao inicio. Aceitemos que nestes anos todos, desde 1976, os GR´s fizeram

10 000 000 000 € ( DEZ MIL MILHÕES DE EUROS ) em dívida, sendo 7 000 000 000 € ( SETE MIL MILHÕES DE EUROS ) desde 2002 a 2019. São muito(a)s bananas.

Para a semana, termino esta série de artigos, fazendo contas à desgraça total. E sim, parafraseando Churchill, "Nunca tão poucos criaram tanta dívida, para ser paga por tantos, excepto... ".

Observação
[{ Um grande à parteacho ingrato Sócrates estar "refugiado" na Ericeira, quando o GR podia pagar a estadia na Região, num dos hotéis ás moscas, dado o que fez pela Madeira, como referi acima. Com tanta viagem que tem para ir a tribunal, por certo o numero de passageiros no aeroporto aumentava e ...turistas também, Já com Guterres, o mesmo depois de sair de SG da ONU, Mais voos, até de aviões privados, mais turistas ...... Eduardo vê se pegas na ideia.}]

Porque parece não existir Lei. I Shot The Sherriff - Eric Clapton
Share on Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário

Pedimos que seja educado e responsável no seu comentário. Está sujeito a moderação.