It´s a kind of magic

Sim, a partir do momento em que se conhece o porquê, tudo se torna mais fácil, uma simples questão de magia, Samuel Beckett
A RAM é uma terra mágica. Possui paisagens lindas espectaculares mesmo, locais únicos e gentes maravilhosas. Quando fui para a Madeira trabalhar, ninguém, mesmo ninguém deixou-me sozinho num fim de semana e havia sempre alguma novidade para ser vista, comida , partilhada, falada ( não nesse sentido, mauzinhos ), para bilhardar…E também durante os mais de 20 anos aí a trabalhar ( um filho é madeirense ), ou quando regresso. Aliás, no meu BI e CC a morada ainda é a da Madeira.

Tudo isto para dizer que é lamentável, que um destino mágico esteja a perder a sua magia e as nossas gentes verem-se cada vez mais distanciadas, vilipendiadas, frustradas, talvez mesmo, sentirem-se violadas pelos sucessivos inúteis que governam esta nossa ilha.
Só mesmo os interesseiros, os imprestáveis, os inábeis que o regime e este governo da caranguejola apoia e produz, poderão dizer ou sentir coisa diferente.
Dirigente, após dirigente, director após director, chefe após chefe, secretário regional após secretário regional, vice após vice, presidente após presidente e governo após governo, tudo são pessoas que cada vez mais enojam pelo que praticam, "por actos e omissões".
Não existe um único dia, onde possamos dizer que finalmente houve uma decisão acertada, correcta, tomada por interesse da população e não para interesses particulares ( dos subsídio-dependentes e aqui incluo todos, privados, semi-privados, públicos, …. ).
Esta terra é de tal maneira mágica, que até mesmo para os de regime existe magia. Mas esta é a da multiplicação de dinheiros perdidos e privilégios. 
A maioria dos homens que conheço, mijaram fora suas fortunas. Bom, eu sou o único que conheço, que fez fortuna mijando, Frank Costello
Veja-se o caso do grupo AFA. De quase zero ( 0 ) em 74 ao monopólio actual. Já foram, note-se, a maior empresa de obras públicas de Portugal, nos anos maus da troika e apenas com os negócios que faziam na Madeira!!!! Percebe-se também a naturalidade de avançarem para a área do Turismo. Afinal, quem paga aqueles investimentos, somos nós, via os sucessivos GR´s. O tal princípio dos vasos comunicantes. Eu explico. O dinheiro das obras, umas necessárias, outras inventadas e outras a inventar e muitas delas não realizadas ( sabendo de antemão a impossibilidade física e monetária ? )  e portanto objecto de indemnização e em todas elas, mas em todas elas, com sobre-custos superiores em cerca 30% em média do valor da adjudicação. Este dinheiro ...vai para os hotéis, por exemplo. Estes, bem podem colocar os preços dos quartos pelas “ruas da amargura”, porque o governo com as obras que entrega à construtora, paga os prejuízos. Naturalmente ( também na bilhardice se fala num que da venda de sanitas em 74/76 aos tempos actuais..... foi um "ver se te avias" ). E esqueci-me do roubo/desvio das pedras, peanuts, nisto tudo. Mas quem tem lata de desviar(?) inertes, pedras.... ?
Não existe dinheiro bom ou mau, Apenas dinheiro, Lucky Luciano
Veja-se o Grupo Sousa. Um grupo monopolista que tem a seu cargo, não falemos em mais, a única via de transporte marítimo entre o Funchal e Porto Santo. Teve um barco pago, o Lobo Marinho II, na sua quase totalidade por fundos comunitários ( e os regionais correspondentes ) e a outra pequeníssima parte alavancada por acordos com a banca e atenção, com o GR a prestar-se a dar conforto bancário. É óbvio que o barco está pago pelo menos já 4,5 vezes ( isto se olharmos o que eles dizem nas suas contas ) e que o preço do bilhete deveria já ser menor. É que este, é cerca de 48%-52% ( mais uma vez baseado nas contas deles dos relatórios financeiros entregues na banca ) mais elevado do que os custos reais de operação. Portanto e com os outros favores que possuem ( não quero entrar na gestão dos portos agora, porque esse é mais um caso de chamem a policia, na minha opinião ) bem podem perder noutros lados, que estes ganhos cobrem os prejuízos.
Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinta de magia, Arthur C. Clark
WebSummit ou WebSomitíca ?
Recentemente foi tirada uma foto com Albuquerque & Barreto, na WebSummit. Confesso que não me apercebi do pavilhão da Madeira, o que não é mal nenhum diga-se. O problema é saber como foram escolhidas as 21 empresas premiadas para estarem ali e com que critérios estas foram eleitas. Fui visitá-lo depois de ler aquela noticia e numa conversa simpática, calhou-me logo uma que não era Madeirense, mas com sede no continente mas ….. com ligações ??? à Madeira via alguém. Engano ???? E claro, percebi, que ali, era “tudo ao monte e fé em Deus” e estavam mais preocupados em ouvir os seminários e participantes do que fazer negócio. Sim, estava lá alguém da Madeira Invest ( ? ) com o qual nunca consegui falar porque ou não estava, ou tinha ido a …. ou estava já ali. E eu como talvez alguns, não esperam. Ahhhh e nunca me pediram nome nem contacto. 
Se o custo do bilhete foi em média de 850 €, se cada empresa levou 2 participantes ( havia uma que parecia ter gente a mais ) façamos contas de “sumir”

                                42 x 850 = 35 700 € ( 2 participantes por empresa )
                                42 x 1 000 = 42 000 € ( viagens e estadias, 5 noites para participantes )
                   Total     77 700 €  

Acresce o custo do pavilhão e não incluo o dos turistas do GC ( governo da caranguejola ) que por lá passaram, como MA, que disse as banalidades do costume e que estava a fazer uma visita de médico ( esta visita deve ter custado uns 3 000 € ) e do Barreto que também acha as TI´s como o rumo a seguir. Mas estes homens sabem o que levaram á WebSummit ? ou será que acharam ter o pavilhão pago na WebSomítica ? Foi mau de mais. E agora, como defendia Barreto, antes de ser Barrete, onde está a transparência nas escolhas, motivos e resultados obtidos ? Gastaram 100 000 € ou mais ? Resultados práticos e económicos ? Ou valeu a visita a Lisboa ? 

Os fantoches do(s) costume(s)

O general pioneiro, como disse no meu artigo anterior, não foi a Marechal, nem levou uma fajã, mas foi-se com uma medalha. Só num governo de oportunistas/abusadores da coisa pública, é que este general seria louvado e medalhado

Este é mesmo barrete e dos bons. Enganou-se nas contas o homem. Elogia a “extraordinária recuperação económica desde 2014” e esquece-se de que: 1) disse o contrário nem à 3 meses, na campanha das eleições , bem nos 4 anos a começar por 2014 na ALRM; 2) esquece-se que o seu parceiro fala em recuperação económica desde à 72 meses ( portanto ANTES de 2014, a começar por 2012, AJJ ? ). Um conselho a Barreto, afinal onde anda ? ou o que se lembra ? toc-toc  está aí alguém ? não é preciso “lamber” tanto as solas do "dono". Coluna precisa-se. A vertebral. 

O suspeito do costume. Caiu mal dizer que o psd-M não almejava cargos na república. Está-se a fazer ao "piso" do fantasma Irineu ou já levou nega ? Não estou a ver Costa a dar cargos ao psd-M ( e porque diabo ao psd-M e não ao PSD ? ) um conselho: Sutor, ne ultra crepidam ( eu traduzo, não vá o sapateiro além dos sapatos ). Como dizia o outro, Prada é arte, mas apavorar faz parte deste arte(zinha)..

Também é melga. Como sempre “aparvalha”. Num programa de governo da caranguejola quase, quase idêntico ao do governo anterior, diz que o que não foi feito foi culpa de Lisboa. Este Prada, quando abre a boca, ou sai mosca ou sai asneira. Já não é defeito, é mesmo mal… formação ? E a culpa é de Lisboa, claro. 

Diz que a caranguejola vai “fiscalizar as promessas de Costa”. Porque é que não se cala ? Gostava que me dissesse quem é que fiscaliza as promessas que a caranguejola fez, faz e fará e que nunca vai cumprir, tem intenções de cumprir ou irá cumprir.  E alterar a lei das finanças regionais ? Se agora é uma desbunda, se conseguirem o que querem, vai ser uma orgia. Aliás onde os anteriores GR´s e o da caranguejola se sentem bem e Albuquerque, Calado apreciam. Organâsticamente em grupo.

Lopes da Fonseca já tem os tiques do parceiro. Aliás estes "cedezinhos" estão a ser absorvidos moldados. Esta pessoa, não tem vergonha de aprovar um programa igual ao que o seu partido desde à 4 anos tanto criticou em todas as áreas, especialmente na saúde e social ? Precisa de “memorex ? “ ou está a engolir sapos ?

Pois, foi à poncha antes de debitar quando diz que o “programa de governo é ambicioso e claro e ao encontro das necessidades da população”. É que este programa de governo é quase em tudo idêntico ao anterior e sim, fiz a asneira de o ler e tentar comparar ( para poder falar ). Mas será que Ramos o leu ? ou o interpretou ? ou ……. "chonou" logo na segunda folha. É que para isso, este programa serve. "chonar". Já agora uma pergunta. Se o outro não foi cumprido, porque é que este será ? Palavra de Ramos ? cruzes, credo, canhoto, abrenuncio. 
O maior truque já realizado pelo diabo foi convencer o mundo de que ele não existe, Mário Quintana
Pois, é chato confessar que tem memória de elefante, nariz ( não tromba ) inquisitivo e corpo ou pele dura para as facadas na costa. É o que está a acontecer agora no psd-M, expulsões, facadas.... a época das facas longas. Agora não concordo com Albuquerque numa coisa. Ele não tem nem nunca perspectivou nada de nada, nem a curto, médio ou longo prazo, Vai na onda. Se ele se julga um Sá Carneiro da Madeira, tenho pena de lhe dizer que se fica apenas por um Magalhães Mota, Rui Machete, Nandim de Carvalho, …. e quase, quase AJJ. Aqueles que souberam dar facadas nas costas a Sá Carneiro. Um ....aleivoso, tredo. infiel.

Necessita-se de magia. E vamos tê-la, quer queiram ou não. Para já : It´s a kind of magic, dos Queen, onde o titulo deste artigo foi retirado e também porque a Região é .... mágica, pese os malandros que a sugam até ao tutano.

Share on Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário

Pedimos que seja educado e responsável no seu comentário. Está sujeito a moderação.