Piiiiiiii Cartão vermelho para MA

Estava sempre a jogar jogos, dos quais nada percebia, o Sexo e a Cidade
Quer se queira ou não, Miguel Albuquerque e companhia, nos últimos 4 anos, deram cabo do efeito de 43 anos de MENOS MÁS realizações de AJJ. Este teve o mérito, já o disse aqui, de fazer um aeroporto e o desmérito de “betonizar” a vida económica da Região. Um flop na governação. Um flip para a desresponsabilização, depois seguida por MA.

Com AJJ, apesar da má educação dele e também de quem o rodeava, ainda havia alegria pelas tontices que dizia. A vida corria bem, o dinheiro abundava e o que eram afinal no meio desta alegria toda, mais betão ou menos betão ? Haviam empregos ? Sim de curta duração. Havia dinheiro? Sim de curto prazo. Foi criada riqueza ? Não, mas pensávamos que éramos ricos. Fomos enganados ? sim, com fineza. Mas enquanto a festa durou e a factura não chegou....   o circo continuou. Até muito próximo do fim, ainda existiam uns laivos, se bem que muito modestos, de vergonha ou de esconder o que se fazia mal, ou do que se “saqueava”. Havia "metralhice", mas escondida. 

Com Miguel Albuquerque, nada disso aconteceu. Mentiu, quando correu com "o velho AJJ ?", porque dizia que ele, MA, pensava e faria de forma diferente. Foi um traidor, quando achou que AJJ tinha os dias contados, dado o buraco financeiro que criou e correu com ele. Mas a única coisa que se viu, foi falta de vergonha no pensar igual, fazer pior, cometer asneiras atrás de asneiras e deixar passar e cometer, o que acredito, ilegalidades, com impunidade. MA pensou ser o DDI, o Dono Desta Ilha, quando apenas foi o "beto" da Quinta das Angústias. Até aí, senhores, trocou o nome da Quinta. De Vigia, para Angústias. E no cemitério, que já ali esteve próximo, MA enterrou todos e alguns sonhos que ainda existiam nos Madeirenses. Sobram, os sonhos dos poucos que o seguem, não por ser um senhor deles, apenas por ser o primeiro dos inúteis.
Quanto mais instruído o povo, tanto mais difícil de o governar, Tau-te-King, 65
Com AJJ tinha-se um líder patusco, com facilidade de tratamento, fingido e alegre nas ruas, um companheiro de copos, charutos e de piadas fáceis e ....maduras. Mas também alguém com memória. Decidia, demasiadas vezes mal, enquanto quem lhe sucedeu, dorme na forma, impune e à vista de todos. Um dorminhoco das Arábias.


Com MA temos um piegas, um esconde-esconde de tudo e todos. Escondeu a sua condição financeira e física, escondeu a sua condição de boas famílias e perdeu o chá. Nasceu, diz-se cavalheiro, mas porta-se como bruto Com MA as brancas sucedem-se e tropeçar nas palavras que diz, que manipula, adultera, molda e dá-lhe outros significados,  é uma realidade. MA não é espontâneo como AJJ, nem corajoso como este ultimo. MA é apenas como politico, um cobarde, um passa-culpas sem carácter, que se esconde em tudo e todos, para obter os seus fins únicos e particulares: manter-se e ao seu nível de vida e status. Sem fazer nenhum, sem ideia nenhuma, sem objectivos e sem a mínima preparação, excepto quando viaja e dá um passinho de música. Já o disse: MA é uma abelha, quando não voa, faz cera.  É uma marioneta e o problema dele é que NUNCA se deu conta disso. Vai ao psicanalista no pós-Setembro.
O melhor governo é aquele em que há o menor número de homens inúteis, Voltaire
Não existe uma única promessa de MA que tivesse feito e tivesse cumprido. Nem uma só, excepto de correr com AJJ e tentar branqueá-lo na Região. Não conseguiu e agora o futuro de MA passa por não perder por muito, transformando a derrota que se prenuncia, não dele e por causa dele, mas por causa de Lisboa, Costa, Rio, .......até de AJJ que o ajuda pouco. Nas contas da Região, no deve e haver, MA deve muito. Riqueza criada, ZERO; Emprego criado, ZERO; Qualidade de vida, ZERO. Pobreza criada, MUITA. Monopólios sustentados: MUITOS. MA como empresário nada criou, tudo transformou e nem tudo pagou (está agora a pagar ? ). Como politico e chefe de governo regional, faz o mesmo. Só se ouviram falar em Dubais, pobreza a aumentar, listas de espera a aumentar, património delapidado, Porto Santo a "mugir", promessas virtuais e mesmo estas a falharem, pela força dos números e dos factos. 

Os (DES)gr´s de MA empobreceram mais a Região em 4 anos que os de AJJ em igual período de tempo. A dívida mantém-se e aumentou, os pagamentos para o serviço de divida só a custo se mantém, as politicas sociais e educativas falharam redondamente e as de saúde , estão pelas ruas da amargura, ou não existem. Tudo colado por cuspe.


Sobra o fisco e aí MA e os seus (DES)GR´s, usam e abusam dele. Nunca a carga fiscal na Madeira foi tão grande como agora, sobrando dúvidas noutros....fazeres. Nunca foram criados e sustentados impunemente, tantos monopólios privados ás custas destes (DES)gr´s. A ética de MA, nunca existiu. Tal como não existiram a coragem e visão para enfrentar os verdadeiros desafios que teria pela frente.

Iludiu-se. Pensou que governar uma Região, se bem pequena, era como governar uma associação de moradores. Vê-se o sarilho onde estamos metidos, ao fim destes 4 anos. MA aumentou o emprego ? Sim nas chefias da função pública, entidades semi-públicas ou privadas públicas e sempre nos amigos. Melhorou a saúde. Sim, daqueles que usam o (DES)gr em seu beneficio com a complacência de MA.

Vejam-se os Portos com Lígia Correia. São umas atrás das outras em beneficio do grupo Sousa. Vejam-se os milhões pagos este ano à AFA e outros, pelo seu ex-empregado, por concursos não efectuados ou obras contratualizadas não realizadas. Caso de policia ? Sim, porque não são uma, mas várias que isto acontece. Não são deste ano, mas de todos. Ninguém contratualiza, se sabe que não vai fazer ( ou então sabe-o e fá-lo de propósito. Dinheiro fácil ). O seu vice e ex-empregado da AFA, não reparou nos Secretários de Estado demitidos de Costa, ou no exemplo do deputado Calaça aí da praça. Passou à frente, mas julgou quem foi demitido ou se demitiu por fazer o mesmo que ele. Muita lata e sem chá. O mini-chefe que tanto julga Lisboa e tanto culpa Lisboa, com estes exemplos, calou-se. Bem prega  Frei Tomás.
Os governos são para fazer bem com o pão próprio, e não para acrescentar os bens com o pão alheio, Padre António Vieira
Veja-se o Ferry. Uma privada autêntica, paga os portos e pretende(u) fazer o serviço o ano inteiro, a companhia dos Sousas recebe 3 milhões do GR ( para apenas algumas viagens durante o ano ). Vejam-se as Valley criadas. Recebem dinheiros comunitários, para fazerem sedes e contratarem nas Áfricas a preço de saldo. Veja-se o acordo que o (DES)gr acordou sobre as viagens aéreas, o subsidio de mobilidade. E ainda queriam agora falar com a Ryanair, que não passa facturas!!!!!!!
Tentaram uma empresa financeira sem grande gabarito na área financeira, de robustez tanta, que quando caiu a tentativa do governo a contratar por ajuste directo, o TC não deixou, a empresa logo a seguir saiu daquela área. Agora, o (DES)gr criou o Eldorado dos lares e Cuidados Continuados, para alguns poucos privados. A Diletus. o Atalaia, …… Golpadas nos dinheiros públicos ? Ou apenas inabilidade de gestão e desconhecimento da matéria ?
Deixaram que na Saúde , publico e privado se imiscuíssem, ao ponto de não sabermos já o que é publico ou o que é privado. Uma gamela de dinheiros públicos, usados, utilizados de acordo com conveniências e sem regras mínimas de cumprimento de serviços.

Nestes últimos 4 anos, a Região teve um governo tipo capitão Ad-Hoc. Sim, beberam muito, gritaram alto, fizeram nada e asneiraram muito. MA pretendeu ser uma espécie de Rei-Sol da Madeira, saiu foi um pândego á moda antiga. Naquele (DES)gr não existiu um "menage à trois", mas um ménage com tudo e todos. Uma balbúrdia ou uma autêntica orgia de não valores e sabores tutti-frutti à medida de cada um. Caiu-lhes agora a moeda. Por isso o psd-M vai perder. 

O psd-M vai perder
A corrupção dos governantes quase sempre começa com a corrupção dos seus princípios, Barão de Montesquieu
O psd-M perde, porque existem alguns que pretendem votar nele para manterem a ilusão de continuarem a ser os “caciques” locais e manterem “status” imorais.
O psd-M perde, porque os novos, já não votam nele, porque outras realidades encontraram nos estudos e porque começaram a ver para além do horizonte limitado que este psd-M tentou criar e manter..
O psd-M perde, porque começa-se a pensar diferente na Região
O psd-M perde, porque afinal e cada vez mais, todos percebemos que aquilo não é um partido, mas um ninho de interesses. Não estão por convicção, apenas pela "eurolândia"
O psd-M perde, porque deixou de ser Social Democrata ou Popular Democrata, para passar a ser apenas uma oligarquia de famílias e o Partido Sobretudo Virtual.
O psd-M perde, porque deixou de gerir uma Região, para ser gerido por um conjunto de interesses, afinal uma pescadinha de rabo-na-boca. Eu vou gerir, para tu gerires, aquilo que eu vou gerir. Não manda, mandam nele.
O psd-M perde, porque os melhores já não estão com ele. Apenas os abusadores, os manipuladores, os interesseiros e aqueles que não sabem onde vão parar, sem os benefícios que o psd-M lhes tem dado
O psd-M perde, porque agora, também os une futuras auditorias ou inspecções. E para quem não tiver imunidade, responder pelos actos administrativos, de má gestão ou outros que fizeram, souberam ou nada disseram ou de onde obtiveram outros tipos de regalias.
O psd-M perde, porque foi uma desilusão.
O psd-M perde, porque estamos fartos dele e de ser abusados.
O psd-M perde porque já não mete medo a ninguém e o tempo NUNCA volta para trás.
Enfim, O psd-M perde, porque nunca governou com o povo, para o povo e pelo povo. Só para MA e companhia

O fim.
A morte de uma organização acontece quando os de baixo já não querem e os de cima já não podem, Lenine
Vê-se não só nos sinais que referi no meu artigo anterior " Como o PSD-M, perdeu para o psd-M..." , mas porque cada vez mais:
Os gabinetes – estão a ser limpos
As chefias – começam a indicar férias após Setembro
As reformas – estão a começar a serem procuradas e vistas como alternativa
Os Curriculuns  – começam também a chegar a Lisboa
União? – não desunião. Todos contra todos e tudo ao monte e fé em ……. (mais uns pouquitos ) votos.

A arguida - Ver-se a arguida num evento do PS-M sobre trabalho em rede, tomar notas furiosamente, apenas prova que daqueles lados de onde veio, está tudo cheio de poeira e mofo. Um sinal de SOS, apenas necessidade de novos ares ou rito de passagem ? 
As conversas – cheiram a derrota e os níveis de irritabilidade aumentaram
MA 1 – não quer debater com Cafôfo. Que maior sinal existirá de falta de confiança ? Seria como o debate Nixon versus Kennedy. e Kennedy, venceu.
MA 2 – já é no “anedotário” regional apenas mais uma figura. Não será como AJJ que ainda deixou um rasto de afectividade, mas apenas mais um,o pior para o "beto" MA.
MA 3 - Não deixa pena. Apenas a mágoa de ter sido nosso governante. E um quadro, na galeria dos ex-presidentes dos até agora (DES)gr´s.
MA 4 - Nunca liderou, nem soube liderar. Usou uma onda e uma imagem falsa...que caiu.


Vão perder ? Vão. Uma grande derrota? Também não. Será a Pirro? Acredito que sim. Mas serão mesmo derrotados. Sem apelo, mas com muitos agravos.

Agora é hora de começar a pensar noutras coisas. E como “até ao lavar dos cestos é vindima”, o estado de desespero destas poucas pessoas, poderá levá-las a actos democráticos menos felizes. Já assim foi, pode ser assim agora. Porque o desespero é grande e a fome ainda continua a ser muita.


Para MA e os que ainda fingem que vão ganhar.(  Até legenda tem para quem souber ler )
The Platters -The Great Pretender (o grande fingido)



Share on Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário

Pedimos que seja educado e responsável no seu comentário. Está sujeito a moderação.