Sentido de Estado ...onde?

Falta de sentido de Estado é isto! 
  • É escolher  candidatos que não sabem onde estão nem para onde vão;
  • Falta de sentido de Estado é apresentar um candidato para defender interesses de outros e pouco as necessidades reais dos Madeirenses;
  • Falta de sentido de Estado é manipular e ser manipulado;
  • Falta de sentido de Estado é não ter interesse pela Região, é uma candidata imposta, (quiça por interesses privados) a preencher tempos de antena onde raramente fala da Europa e do projecto que tem para a Madeira na possibilidade  remota de ser eleita no próximo dia 26 de maio;
  • Estamos muito mal de política séria, pouco se trabalha para a Madeira mas muito se trabalha para os interesses de fulano e beltrano, daí ser  natural a abstenção porque os jovens estão atentos e os velhos são espertos, a dispersão de votos é natural;
  • Naquele debate promovido pelo JM ( que dá uma no cravo duas na ferradura, só porque agora é moda), Sara Cerdas deveria ter vencido, para impor a sua imagem, e mostrar a (suposta) força do  partido que quer, para além do burgo, tomar conta da ilha. Demonstrar ainda, que não foram, em bom madeirense, "relesinhos"  com  Liliana Rodrigues, vencer  Cláudia Aguiar e se distinguir das terceiras figuras ou figurões. E o que vimos? Zero!!! Fraco discurso, lição não estudada ... !!
Diz o ditado que "mais vale 1 pássaro na mão do que 2 a fugir". Se a Madeira já lá tem uma "avezinha" com muitas probabilidades de lá continuar, com algumas provas dadas, os madeirenses serão inteligentes quanto baste para utilizarem o voto útil.

É isto que o PS tem para dar e melhorar? (e agora deixo-vos com um arroz de lapa à minha espera)


Share on Google Plus

0 comentários:

Enviar um comentário

Pedimos que seja educado e responsável no seu comentário. Está sujeito a moderação.